Bem vindo à ABRC

Criada no dia 15 de maio de 1992, é uma organização social sem finalidade lucrativa, de caráter técnico científico, com autonomia administrativa e financeira, destinada a congregar os diferentes registros de câncer e toda pessoa interessada pela área de cancerologia.

HOMENAGEM A MARCELI

TELA – HOMENAGEM A MARCELI

 

Homenagem à Marceli

 

Com um misto de alegria e dor recebi o convite para, em nome da ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE REGISTROS DE CÂNCER, homenagear a Marceli. Ela não está mais entre nós, mas deixou um exemplo que permanecerá inesquecível em nossas vidas e corações!

“No livro dos livros, Eclesiastes 3:1, o filho de Davi, rei de Jerusalém, exemplificando os eternos contrastes da vida, mostra que todas as coisas têm o seu tempo, e todas elas passam debaixo do céu, segundo o seu termo. Assim é que, há tempo de falar e de calar; há tempo de nascer e de morrer”.

Este dia é, para todos nós, de calar e de sentir; no entanto, eu devo falar. Eu devo falar da amiga que soube cumprir a sua missão terrena, praticando virtudes, dando sentido à própria existência, na sua árdua luta, ao longo de mais de 25 anos de serviço, dedicados a promover a melhoria das informações dos Registros de Câncer.

A Marceli foi uma das pessoas que mais contribuiu para produzir informações sobre Câncer no Brasil. Juntamente com sua equipe de trabalho, ela construiu a base de conhecimento para o fortalecimento das políticas públicas, produzindo a ferramenta mais importante para dar, aos gestores, profissionais da saúde, pesquisadores e jornalistas, informações atualizadas para auxiliar na tomada de decisão de controle e prevenção do Câncer no Brasil, nos diferentes níveis do SUS.

Ao longo dos anos, ela desempenhou importante papel no avanço dessa missão, deixando o legado de impacto positivo. Foram muitos os trabalhos apresentados no Brasil e no exterior: publicações, Estimativas de Câncer do Brasil a cada dois anos e a incidência de câncer no Brasil para todos os tipos e faixas etárias. Sua dedicação à melhoria dos Registros de Câncer elevou a qualidade das informações e levou o Brasil a ter seus dados inseridos em publicações mundiais sobre incidência de casos novos da doença (Globocan).

É triste saber que não iremos mais nos deparar com a figura simpática, dinâmica e generosa da amiga. Seu exemplo de liderança, comprometimento e trabalho incansável em prol da informação de qualidade de Câncer em nosso país deve ser disseminado entre as gerações de novos registradores para que aprendam a ter esperanças e a lutar. Aos maduros e mais velhos, para que saibam que o homem tem a alma imortal, cujo brilho varia na mesma medida e intensidade de sua compaixão e amor.

Sua inesperada partida, no dia 31 de julho, foi uma surpresa que abalou a todos. É triste saber que em nossos congressos não mais veremos a Marceli, mas, ainda assim, dizemos que ela não morreu e continuará viva entre nós e em nossas lembranças por todo o sempre. E, embora não possamos mais apertar-lhe as mãos, pelo menos, o brilho da sua alma generosa poderemos ver refletido nos olhos emocionados de cada um dos registradores e diretores da ABRC, que tiveram a oportunidade de conviver com ela.

Sinto imensa gratidão por ter conhecido esse ser humano incrível! Ao longo do tempo, as situações difíceis que passamos nos aproximaram e transformaram nossa amizade em carinho e respeito mútuo.

Não importa qual o nosso tempo de vida, se fizermos o bem acabamos por nos tornar eternos. Marcamos quem está à nossa volta e deixamos o mundo mais rico com nossa presença.

Descanse em Paz, grande amiga, seu nome faz parte da história dos Registros de Câncer do Brasil e do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *